fbpx

“Mas é mais caro que chocolate Belga?”

A cena do chocolate bean to bar no Brasil, apesar de recente, é reconhecida nacional e internacionalmente, tendo os chocolates brasileiros já ganhados diversos prêmios estrangeiros.

Apesar de todo esse sucesso, o chocolate bean to bar ainda não atingiu a grande massa de consumidores de chocolates brasileiros e algumas vezes, por completo desconhecimento, tecem críticas sem dominarem o tema.

Justamente o título desta mensagem é o que a frase mais comum recebida daqueles que desconhecem o chocolate bean to bar brasileiro: “nossa, é mais caro que chocolate belga/suíço”.

As vezes que a Chocolata recebeu essa mensagem, sempre tomou tempo para indicar a pessoa conhecer o conceito do chocolate bean to bar e tree to bar. Conhecer todo o trabalho envolvido, todo o preparo e a responsabilidade social envolvida em todo o processo.

Normalmente a pessoa, ao conhecer o chocolate bean to bar/tree to bar acaba entendendo não só o conceito de chocolate bean to bar, mas também muitos outros universos se abram, como conhecer o cacau e suas qualidades, o que é chocolate de origem e muitas outras coisas envolvidas.

Recebemos uma mensagem na última semana que realmente exemplifica o que tentamos passar para nossos amigos e clientes. A mensagem foi esta:

“Meuuuuu! Fui falar que esses chocolates brasileiros artesanais, eram caros e abusivos, um absurdo, até que hj resolvi vender um rim e comprar um da Luisa Abram, meu nunca comi nada assim nem nada parecido, é muito bom, não é como comer um Lindt que vc pensa “nossa! Um chocolate de qualidade, muito bem feito” é tipo, caramba! Eu nunca tinha comido um chocolate de verdade. De todos os chocolates que eu comi, esse foi o mais gostoso.
Vale cada centavo.
😍” (sic)

Este comentário resume, com humor e seriedade, o que é comer um chocolate bean to bar. Não é o simples comer uma barra de chocolate, mas uma experiência marcante, que abre portas de sabores nunca antes visitadas.

Dá para perceber que esse cliente conhecia bons chocolates. Não era falta de conhecimento sobre bons chocolates que fazia a crítica ao bean to bar, mas sim a falta de conhecimento do chocolate bean to bar/tree to bar brasileiro que o prendia a um conceito fixo sobre chocolate, e limitava a experiência dele sobre algo que ele gostava. Em resumo, seu desconhecimento e preconceito fazia com que deixasse de experimentar, nas palavras dele, o chocolate mais gostoso que comeu em sua vida.

É essa cultura que a Chocolata luta para difundir. Não é sobre preço, não é sobre marca, não é sobre país em quem foi feito. É sobre comer o melhor chocolate de sua vida. É sobre ter experiências que você nunca teve e amar isso. É expandir seus horizontes. Em suma, é viver!

Na Chocolata temos os chocolates da @luisaabram e muitos outros bean to bar/tree to bar, chocolates que vão fazer você mais feliz. Vão deixar os seus momentos mais doces.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat