DEGUSTAÇÃO DE CHOCOLATES PARA INICIANTES | Chocolata

DEGUSTAÇÃO DE CHOCOLATES PARA INICIANTES

Aos chocólatras e apreciadores de um bom chocolate: você sabe apreciar corretamente seu chocolate? Você come a sua barra enlouquecidamente, ou você degusta o seu chocolate?

Com uma boa dose de paciência e algumas dicas que vou dar nesse texto, você poderá encontrar sabores e texturas incríveis que nunca experimentou.

No universo do chocolate bean to bar, existem vários aspectos que interferem nos aromas, sabores e texturas do seu chocolate. Aqui no Mundo Chocolata já contamos sobre as variedades do cacau, o processo de fermentação e o terroir do cacau e as diversas etapas da fabricação do chocolate, pra citar alguns destes aspectos. Esses fatores fazem com que o chocolate bean to bar seja uma experiência única a cada lote. O que é um excelente motivo para que você aprenda a degustar o seu chocolate, e assim se deleitar a cada novo lote, nova marca, enfim em cada nova experiência.

Antes de mais nada, procure um lugar tranquilo e fresco para fazer a sua degustação. Deixe a mão um copo com água, guardanapos e alguma coisa que te ajuda a limpar o paladar entre uma prova e outra, sugiro um biscoito água e sal. Tenha também um papel e uma caneta, anotar as suas percepções ajuda você a criar seu próprio repertório de degustação.

Comece observando a embalagem, informações importantes podem estar presentes como: variedade do cacau, porcentagem dos ingredientes, origem de produção e por vezes até as notas aromáticas que ali podem ser encontradas;

Abra a embalagem, e com o chocolate ainda ali dentro, respire profundamente o aroma presente. Nesse primeiro momento, pode ser que você já consiga perceber, parte do que vem pela frente;

Retire o chocolate da embalagem e observe-o atentamente. Se ele tem brilho ou está opaco ou se existem linhas ou pontos brancos em sua superfície. Um chocolate bom para uma bela experiência sensorial, deve estar com brilho e sua cor homogênea. Isso significa que teve uma boa tempera e que irá expressar o seu máximo sabor;

Quebre um pequeno pedaço, e leve esse pequeno pedaço próximo ao seu ouvido e quebre-o novamente. Você deve ouvir um “snap” esse som durante a quebra do chocolate, também nos diz que uma boa tempera foi realizada;

Agora é hora de finalmente levá-lo a boca. Coloque um pequeno pedaço na boca, e deixe que ele se derreta. Talvez duas ou três mordidas possa ajudar, mas ainda não engula, deixe que se derreta lentamente… À medida que se derrete, o chocolate começa a liberar aromas. Alguns chocolates têm apenas algumas notas comuns a chocolate, enquanto outros podem te oferecer uma incrível viagem ao mundo o sabor. Floral, frutas cítricas, maduras, notas amadeiradas ou terrosas, picante, adstringente. No início do derretimento, chamamos essas primeiras notas de notas de impacto, e na medida que o chocolate vai se derretendo, dizemos que esses aromas vão evoluindo, e é possível que você perceba novas notas de sabor. Quanto mais chocolate você prova, mais você descobrirá sabores como: frutas vermelhas, frutas amarelas, jasmim, flores, banana verde, vinagre balsâmico, nozes, caramelos.

A textura também é um atributo que avaliamos, à medida que o chocolate se derrete conseguimos perceber quão rápido é esse derretimento, ou se ele praticamente não se derrete. Nossa língua também é capaz de sentir se a textura é lisa ou arenosa, resultado de partículas ainda grandes que são percebidas pela nossa boca e na maior parte das vezes rejeitada pelos consumidores.

E por fim, porém não menos importante, o chocolate sempre deixa um sabor na boca. O que você percebe? A essa sensação chamamos de “aftertaste” ou retrogosto é o sabor que fica ao termino da sua degustação.

Anote as suas percepções a cada etapa, e ao chegar no final, beba um gole de água, coma um pedaço do seu biscoito. E siga a diante com a sua degustação para o próximo chocolate. A arte de apreciar chocolates é um caminho sem volta, à medida que seu repertorio de degustar se amplia, você melhora sua habilidade de perceber essas nuances. Um espetáculo a parte a cada barra, não é?!?

Texto escrito pela especialista em chocolates, Luciana Monteiro @lrosamonteiro, da @ara.cacao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat