DE CHOCOLOVER PARA CHOCOLOVER | Chocolata

DE CHOCOLOVER PARA CHOCOLOVER

De bobo e louco to mundo tem um pouco!” Já dizia e o velho ditado… Mas por aqui temos alguns, ou melhor, muitos loucos por chocolate, temos até um apelido carinhoso, que nos cai muito bem, Chocolovers!

E chocolovers que se prezam gostam de entender as peculiaridades do mundo do chocolate, gostam de discutir, aprender e ampliar seu vasto repertório sobre esse assunto tão delicioso.

Pois então… o assunto ingredientes do chocolate, parece ser um assunto que não se esgota.  Por aqui falamos muito sobre cacau de origem, cacau fino, alta qualidade, sustentabilidade, comercio justo, mas uma dúvida pairou no ar… Qual a diferença entre um chocolate feito com líquor de cacau, massa de cacau, nibs ou simples mente cacau?          

A resposta é… depende!

Em uma visão muito, mas muito simplista mesmo, o chocolate produzido com líquor ou massa de cacau (aliás, os dois são o mesmo ingrediente, o fabricante pode escolher como queria colocar) é o chocolate produzido em larga escala. Isso porque, o líquor de cacau é um dos principais ingredientes produzido a partir do cacau. A indústria que processa o cacau faz a torra, descasca as amêndoas, faz a moagem dos nibs e vende para as fabricantes de chocolate o líquor ou massa de cacau em lascas. Que a indústria de chocolate, por sua vez, derrete para produzir sua massa de chocolate. E na verdade esse é o termo mais adequado para rotular seu chocolate, pois assim é a classificação da Anvisa, agência que regulamenta os alimentos no Brasil.

No entanto, no mundo bean to bar, o chocolate é produzido desde a amêndoa de cacau. O chocolate maker faz o processo todinho (torra, descasque, moagem, conchagem e tempera). Diferente da indústria de chocolates que compra o líquor, o produtor bean to bar, compra o cacau, processa o cacau e faz o chocolate. E por assim se diferenciar, prefere rotular o produto, com o seu principal ingrediente como nibs de cacau ou mesmo simplesmente cacau. Porém, esses dois ingredientes não estão contemplados na legislação sobre os chocolates. Os nomes nibs e cacau são uma questão de qual é o nível do processo aplicado, ou seja, líquor é o nibs moído, e nibs é o cacau torrado é quebrado. Entende?! No final estamos sempre falando do mesmo ingrediente, o cacau.

Certamente um chocolate que não é bean to bar que foi produzido da maneira tradicional irá colocar líquor nos seus ingredientes, assim como um chocolate maker de bean to bar, também pode colocar para ser mais fiel ao que determina a lei. No entanto, os que fazem questão de se diferenciar, talvez com um pouquinho de ousadia, certamente irão colocar nibs ou cacau, na sua lista de ingredientes.

Ficou mais claro agora? De chocolover para chocolover, esse assunto é interessante e pode dar muito pano pra manga. Mas chocolate bom mesmo… é aquele que você coloca na boca e te faz feliz! Enjoy your chocolate today…

Texto escrito por Luciana Monteiro, da @ara.cacao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat